página inicial quem somos o que oferecemos a afasia como comunicar testemunhos publicações contactos  
 
     
         
 
 
A Afasia
     

Consequências

Algumas das possíveis consequências da afasia

A afasia é uma perturbação da linguagem altamente incapacitante. Por muitas vezes, o indivíduo afásico sente-se prisioneiro de si mesmo, sente que tem tudo para falar bem, sabe perfeitamente o que quer dizer, mas não é capaz de transmitir as mensagem através de palavras. Algo de assustador impede que as palavras sejam ditas. Está algemado! Um dos nossos afásicos tenta explicar o que é a afasia referindo: "está tudo bem, tudo... mas... mas... (aponta para a boca)... nada ... nada... morreu... isto morreu!"

Por vezes, as dificuldades de comunicação impedem que o afásico seja capaz de contar como foi o dia, de dizer como se sente, e até de explicar onde sente dor. Isso impede que consigam ter rotinas que antes eram absolutamente comuns e banais, como, por exemplo, ir ao café.

Estas incapacidades podem levar ao desespero, à frustração, ao isolamento e até à agressão física. Afectam a auto-estima e a auto-imagem, modificam a autonomia, a estrutura familiar, profissional e social da pessoa afásica, sendo a depressão muito comum, seja no afásico seja no seio familiar.

Um afásico num momento de frustração desabafou: "É um pesadelo! Não está a acontecer. não pode ser verdade... não pode ser verdade!"

Ambos, familiares e afásicos, precisam de apoio, mas não basta ter pena do afásico, aliás não temos de ter pena! A esposa de um de nossos afásicos comfidenciou " Temos de lutar, lutar e lutar. Todos os dias temos de lutar... e eu não vou parar... e ele não vai parar. É de cabeça erguida que nós seguimos! Não somos coitados. Ele não fala bem, mas continua sendo o homem que sempre foi. Eu entendo o desespero dele, entendo o sofrimento, mas é o que ele tem de bom que eu reforço ... as suas dificuldades? Diminuem com o trabalho! E trabalho é o que não falta para nós".

Na comunicação

  • Difuculdade de expressar os pensamentos através da fala
  • Dificuldade de compreender o conteúdo verbal do que está a ouvir
  • Incapacidade de reconhecer palavras escritas (alexia)
  • Perturbação da capacidade de escrever devida a lesão neurológica (agrafia)
  • Perturbação da capacidade de cálculo escrito ou mental (acalculia)
  • Fadiga em manter uma conversação
  • Fadiga em ouvir um grupo a conversar
  • Irritação/frustração quando tem de falar
  • Irritação/frustração quando não encontra a palavra certa
  • Irritação quando os outros o interferem de forma a fazerem ajustes no seu discurso
  • Frustração quando as pessoas não o entendem e/ou não fazem um esforço para o compreenderem
  • Dificuldades na realização de gestos

Psicológicas

  • Depressão
  • Confusão
  • Resistência
  • Isolamento
  • Agressão
  • Modificação da auto-estima
  • Modificação da auto-imagem
  • Labilidade emocional, caracterizada por mudanças de humor

No comportamento

  • A patologia, as sequelas e as perdas impostas pelo acometimento cerebral podem ocasionar mudanças no comportamento e feitio do indivíduo afásico como, por exemplo, agressividade, reacções catastróficas, humor depressivo, dependência, reacções de indiferença, negação e tendência para um comportamento irónico ou eufórico. É comum os familiares queixarem-se de que o afásico já não parece a mesma pessoa, mas é comum também o afásico queixar-se de que já não é o mesmo e que a vida não faz sentido.

O afásico experimenta sentimentos negativos, contraditórios e intensos, sendo esperada uma mudança no comportamento e necessário o apoio dos familiares e o respectivo acompanhamento psicológico que, muitas vezes, será centrado na família.

Na autonomia

  • Dependência psicológica
  • Dependência física, agravada quando existem dificuldades motoras
  • Afecta uma variedade de actividades diárias, como: conduzir, caminhar ou vestir-se
  • Limita a possibilidade de autonomia em relação a desejos e escolhas

Familiar

  • Atrito com o cônjuge
  • Perda de autoridade
  • Alteração dos papeis no seio familiar
  • Agressão em relação à pessoa com afasia
  • Agressão do afásico em relação à família
  • Depressão dos membros da família
  • Desgaste emocional e físico do familiar que poderá afectar a sua própria saúde
  • Atenção centrada na pessoa com afasia

Social

  • Afastamento ou diminuição da vida social
  • Dificuldade por parte dos amigos e familiares em conviver com o afásico por se sentirem incapazes de lidar com os seus problemas de comunicação chegando, por vezes, a evitar frequentar locais públicos.
  • Amigos e familiares podem evitar estar com a pessoa com afasia uma vez que estão embaraçados com os seus problemas de comunicação e pela sua própria incapacidade de lidar com eles
  • As famílias, por vezes, evitam sair devido à vergonha que sentem
  • Alteração do "status" social
  • Alterações nos hobbies

Profissional e financeira

  • Perda ou redução das possibilidades de emprego
  • Alteração das condições profissionais
  • Alteração das condições financeiras

Patologias associadas ...

  • Disartria: distúrbio caracterizado pela incapacidade de articular as palavras de maneira correcta como consequência de lesão periférica.
  • Apraxia: dificuldade de origem central na execução de movimentos e gestos precisos (incluindo a sequencialização dos movimentos necessários para a fala).
  • Disfagia: distúrbio na deglutição que dificulta a condução do conteúdo alimentar oral até o estômago. Os pacientes que têm disfagia podem apresentar quadro de desnutrição, desidratação e tendem a desenvolver comprometimentos pulmonares devido a broncoaspiração.

Agora que já conhece algumas das possíveis consequências da afasia retenha a mensagem de um casal que LUTA e, que por esse motivo, já ultrapassou muitas das dificuldades aqui apresentadas.

"Temos de lutar, lutar e lutar. Todos os dias temos de lutar... e eu não vou parar... e ele não vai parar!"

 

 

 

     
 
logotipo heldersign